Terça, 22 de outubro de 201922/10/2019
POLÍTICA
Odilon recua sobre Dourados e diz que projeto é Senado ou governo em 2022
Juiz aposentado tem feito mistério sobre destino partidário
Redação Ivinhema - MS
Postada em 20/09/2019 ás 17h45
Odilon recua sobre Dourados e diz que projeto é Senado ou governo em 2022

Foto: Henrique Kawaminami, Arquivo Midiamax

Depois de deixar o PDT e receber convites para disputar as prefeituras de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira descartou participação no segundo maior colégio eleitoral sul-mato-grossense e adiantou que seu projeto é novamente o Governo do Estado ou a vaga ao Senado Federal em 2022.


“Não disputarei eleição pelo PSD, em Dourados”, garantiu. “Projeto para 2022, sim, ou para o senado ou para governador”, emendou, explicando que a escolha dependerá do cenário da época.


Em julho deste ano, o vereador Odilon Júnior (PDT) avaliou como ‘bons convites’ os feitos pelas legendas para Odilon disputar as prefeituras da Capital, de Três Lagoas e Dourados. O juiz aposentado não informou, contudo, porque desistiu deste último. 


Como candidato ao Governo do Estado em 2018, Odilon obteve votação maior que de seu oponente, o governador reeleito Reinaldo Azambuja (PSDB), nos dois turnos. Foram 45.364 votos no 1º e 55.231 no 2º; contra 42.882 e 54.055 votos douradenses para o candidato tucano.


Apesar dos planos já feitos para as eleições estaduais, o juiz aposentado disse não ter pressa para decidir sobre as eleições do próximo ano. Ele adiantou, contudo, que mesmo que seu nome não conste nas urnas não pretende se manter alheio e irá ‘apoiar candidatos em vários municípios’.


Também disse não ter pressa para escolher novo destino partidário. “Terei até seis meses antes das eleições”, despistou, alegando estar concentrado nos trabalhos da advocacia. 

FONTE: midiamax
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium